Chuveiro quente piora o melasma? - Melasma Brasil

Cuidados

Chuveiro quente piora o melasma?

18 de agosto de 2020
Chuveiro quente piora o melasma?
Faça Parte da Maior Comunidade de Mulheres Contra o Melasma

Entre Você Também Para Nossa Lista VIP e Receba Dicas Exclusivas.

Oi, gente linda do meu Brasil. Hoje eu acordei e tomei um super banho quente. Sabe? Destes que faz o banheiro ficar todo esfumaçado como um show do Rock in Rio. Isto me lembrou a ideia de que chuveiro quente piora o melasma e gera outros danos dermatológicos. Você já ouviu isto, certo?

Então, vou comentar um pouco sobre este assunto. Realmente, chuveiro quente pode piorar as manchas de melasma. Os danos acontecem tanto por causa do contato direto da pele com a água fervendo como também pelo vapor.

A questão da temperatura tem uma relação direta com melasma. Nos países mais frios há pessoas com esta doença, não por causa do sol, mas pelos constantes banhos quentes.

Já nos países tropicais existem cada vez mais casos de melasma em cada nova temporada, seja pela temperatura ambiente ou do chuveiro quente.

Os vapores dos banhos quentes juntos com a temperatura ambiente nas alturas, como o mormaço no verão carioca, por exemplo, intensificam as manchas. Vaporização de carro fechado, sauna e forno também pioram este problema dermatológico.

Um rosto de uma mulher embaixo do chuveiro ligado
Água quente resseca a pele e piora o melasma (Fonte: Pexels / Pixabay).

Por que chuveiro quente piora o melasma?

Água quente gera danos e inflamações na pele que causam manchas ou pioram a condição de uma parte manchada do corpo.

O excesso do líquido fervendo pode desidratar a pele e isto aumenta a necessidade à derme trabalhar com mais intensidade no sentido de elevar os níveis de óleo corporal.

Uma vez que a derme trabalha com esforço há ampla dilatação nos poros, algo que não apenas piora as manchas como também pode originar dermatite.

O uso da água quente causa ressecamento da pele porque afeta a camada manto-lipítica que tem uma responsabilidade fundamental de gerar mais suavidade na textura dérmica.

Duas mãos de uma pessoa com sabonete embaixo de uma torneira em uma pia
Lavar com água morninha ou fria é melhor para a pele (Fonte: slavoljubovski / Pixabay.com).

Pele oleosa tem mais chances de piorar o melasma

Lavar rosto com água quente abre poros e aumenta os níveis de oleosidade, colaborando ao melasma. Banho fervendo prejudica cabelos por elevar a produção das glândulas que deixam fios oleosos denominada “sebáceas”.

E não adianta muita coisa se você despejar um pouco de água quente nas mãos e segurar por alguns segundos para esfriar antes de aplicar no rosto ☹.

A especialista da reportagem do vídeo acima ensina a como tomar banho no inverno e reduzir as chances de danos na pele.

O que fazer para tomar banho no inverno?

Nos dias frios são poucas as aventureiras que não ligam a temperatura do chuveiro quase no máximo. Nestas épocas você não precisa sofrer com água gelada sobre o corpo, basta escolher o modo “verão” (ao invés de inverno) no aparelho para minimizar danos.

Uma banheira
Não fique muito tempo na banheira com água quente (Fonte: MikesPhotos / Pixabay).

É possível reduzir o melasma com água fria?

A água fria é comprovada de forma científica como benéfica para reduzir irritação, vermelhidão e ressecamento, garantindo mais umidade à pele e sendo assim algo bom a quem segue tratamentos de melasma.

O legal da história é que água fria torna a pele mais brilhante, jovial e hidratada, altamente recomendada por grande parte das dermatologistas.

Vale a pena tratar melasma no inverno por causa dos banhos quentes?

Quem não possui melasma tem apenas uma pequena alteração na barreira da pele com chuveiro quente. Por outro lado, pessoas com esta condição devem evitar banhos em água fervendo para não prejudicar a capacidade natural de o corpo se hidratar.

Portanto, o inverno, pelos banhos em temperaturas elevadas, não parece ser uma época ideal para tratamento de melasma, a não ser que você utilize dermocosméticos para facilitar à hidratação pós-banho.

Fonte da imagem em destaque: wilkernet / Pixabay

OI, tudo bem?

o que você achou desta matéria? Nos conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow by Email
Instagram